alana anijar sorrindo.jpg

Autoestima 

Por que falar de Autoestima?

Por trás de quase todo problema que temos está o problema da baixa autoestima. Como nos sentimos sobre nós mesmas afeta crucialmente cada aspecto da nossa vida, desde o modo como a gente funciona no trabalho, no amor, na amizade, na família... 

 

A forma como respondemos aos acontecimentos da nossa vida no dia a dia é formada por quem nos somos e o que pensamos que somos.

 

A Autoestima pode ser a chave para o sucesso ou para o fracasso.

 

Uma das características mais significativas de alguém que possui uma autoestima elevada é não estar em guerra nem consigo mesma nem com os outros. 

 

A autoestima releva o quanto eu gosto alguém gosta de si. Ela mostra o quanto você se valoriza, o quanto você se respeita e se aceita, o quanto você se acha merecedor de ser feliz e capaz de vencer os desafios da vida. 

Escolhi a Autoestima como foco do meu trabalho com mulheres, pois acredito que quanto mais amarmos a nós mesmas, mais felizes seremos e mais contribuiremos para o bem-estar do próximo!

Minha Abordagem

Terapia Cognitivo Comportamental (TCC)

A Terapia Cognitivo Comportamental (TCC) é uma abordagem de psicoterapia baseada na combinação de conceitos do behaviorismo radical com teorias cognitivas. A TCC compreende a forma como o ser humano interpreta os acontecimentos e como aquilo que o afeta, e não os acontecimentos em si. Em outras palavras, a TCC observa a forma como cada pessoa vê, sente e pensa com relação a uma situação que causa desconforto, dor, incômodo, tristeza ou qualquer outra sensação negativa.
 

Essa abordagem é bastante específica, clara e direta. É utilizada para tratar diversos transtornos mentais de forma eficiente. Seu objetivo principal é identificar padrões de comportamento, pensamento, crenças e hábitos que estão na origem dos problemas,  indicando, a partir disso, técnicas para alterar essas percepções de forma positiva. A TCC se destina tanto ao tratamento dos diferentes transtornos psicológicos e emocionais como a depressãoansiedade, transtornos psicossomáticos, transtornos alimentares, fobias, traumas, dependência química, entre outros. 

Além disso, a Terapia Cognitivo Comportamental auxilia nas diversas questões que envolvem nossa vida como um todo, como as dificuldades nos relacionamentos, escolhas profissionais, luto, separações, perdas, estresse, dificuldades de aprendizagem, desenvolvimento pessoal e muitos outros.

IMG_0305.jpg